O processo de ocupação do Vale do Mucuri e os condicionantes históricos do desenvolvimento econômico da região

Palavras-chave: Vale do Mucuri, Minas Gerais, história econômica, EFBM

Resumo

O atual estágio de atraso econômico do Vale do Mucuri, em comparação com o restante de Minas Gerais, tem sua origem nos fenômenos históricos que levaram à concentração das atividades produtivas na região central do estado, como a mineração, a cafeicultura e a industrialização induzida pela ação estatal. Além disso, o processo de ocupação inicial do nordeste do estado e o fracasso dos empreendimentos de transporte que visavam construir uma ligação do Vale do Mucuri com o litoral também tiveram sua contribuição histórica para o subdesenvolvimento econômico da região.

Biografia do Autor

Josiel Gomes Costa, UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais
Graduando em Ciências Econômicas da UFMG e bolsista de iniciação científica da FAPEMIG

Referências

BARBOSA, Lidiany Silva; BARBOSA, Daniel Henrique Diniz. Engenheiros mineiros na era Vargas: uma contribuição sobre a atuação do corpo técnico, as políticas públicas e o processo de desenvolvimento regional de Minas Gerais. XII Seminário sobre a economia mineira. Diamantina: CEDEPLAR, 2006

BRASIL. Presidência da República. Plano de metas do presidente Juscelino Kubitschek. Rio de Janeiro: Presidência da República, 1958.

CHAVES, M. A heterogeneidade em Minas Gerais - como combinar o dinâmico e o estagnado. In: PAULA, J. A. D.; UFMG/CEDEPLAR; CARVALHO, J. A. M. D. 20 anos do Seminário sobre a Economia Mineira - 1982-2002: coletânea de trabalhos. Belo Horizonte: UFMG/FACE/CEDEPLAR, v. 1, 2002.

DINIZ, Clélio Campolina. Estado e capital estrangeiro na industrialização mineira. Belo Horizonte: Imprensa da UFMG, 1981.

ESCHWEGE, Wilhelm Ludwig von. Tradução de Domício de Figueiredo Murta. Pluto brasiliensis. São Paulo: Companhia Editora Nacional, v. 1, 1944. Disponível em: . Acesso em 01 set. 2017.

ESPINDOLA, Haruf Salmen. Caminhos para o mar: a expansão dos mineiros para o Leste. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de (org.); VILLALTA, Luiz Carlos (org.). A província de Minas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, v. 1, 2013.

FURTADO, Celso Desenvolvimento e subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 32ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, [1959]2005.

GIFFONI, José Marcelo Salles. Trilhos arrancados: história da Estrada de Ferro Bahia a Minas (1878 – 1966). Belo Horizonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas / UFMG, 2006. (Tese de doutorado)

GODOY, Marcelo Magalhães. Intrépidos viajantes e a construção do espaço: uma proposta de regionalização para as Minas Gerais do século XIX. Belo Horizonte: CEDEPLAR / UFMG, 1996. (Texto para discussão nº 109)

GODOY, Marcelo Magalhães. Transportes, modernização e formação regional: subsídios à história da era ferroviária em Minas Gerais, 1870-1940. Belo Horizonte: CEDEPLAR / UFMG, 2012. (Texto para discussão nº 458)

ELEUTÉRIO, Arysbure Batista. Estrada de Ferro Bahia e Minas. In: PIMENTA, Demerval José; ELEUTÉRIO, Arysbure Batista; CARAMURU, Hugo. As ferrovias em Minas Gerais. Belo Horizonte: SESC/MG, 2003.

HIRSCHMAN, Albert. Transmissão inter-regional e internacional do crescimento econômico. In: SCHWARTZMAN, Jacques (org). Economia regional: textos escolhidos. Belo Horizonte: CEDEPLAR, 1977.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Divisão do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas. Rio de Janeiro: IBGE, v. I, 1990.

IPEA - INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. IpeaData, 2010. Disponivel em: . Acesso em: 26 mar 2017.

LAPA, José Roberto do Amaral. A economia cafeeira. 5ª. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.

MARTINS, Marcos Lobato. Ocupação e desflorestamento numa área de fronteira: Vale do Mucuri, MG - 1890 a 1950. Revista de História Regional, Ponta Grossa, v. 15, n. 1, 2010.

MARTINS, Roberto Borges. A economia escravista de Minas Gerais no século XIX. Belo Horizonte: CEDEPLAR/UFMG, 1982. (Texto para discussão nº 10).

MUINHOS, Marcelo Kfoury. O alcance do planejamento estadual no Brasil: os planos mineiros de desenvolvimento da década de 70. São Paulo: Faculdade de Economia e Administração / USP, 1991. (Dissertação de mestrado)

NORTH, Douglass C. Teoria da localização e crescimento econômico regional. In: SCHWARTZMANN, Jacques (org.). Economia regional: textos escolhidos. Belo Horizonte: UFMG, 1977.

OLIVEIRA, Teófilo Carlos de. Missão Cristã no Mucuri: desocupação de terras e disciplina para o novo trabalhador mineiro. In: SANTOS, Márcio Achtschin (org) et. al. As Gerais distantes das Minas: fragmentos da história do Vale do Mucuri. Teófilo Otoni: Gráfica Frota, 2009.

PAULA, João Antônio de. A mineração do ouro em Minas Gerais do século XVIII. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de (org); VILLALTA, Luiz Carlos (org). As minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, v. 1, 2007.

PIRES, Anderson. Agricultura de exportação e diversificação econômica. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de (org.); VILLALTA, Luiz Carlos (org.). A província de Minas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, v. 1, 2013.

RESENDE, Maria Efigênia Lage de. Itinerários e interditos na territorialização das Gerais. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de (org.); VILLALTA, Luiz Carlos (org.). As Minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, v. 1, 2007a.

RESENDE, Maria Leônia Chaves de. “Brasis coloniales”: índios e mestiços nas Minas Gerais Setecentistas. In: RESENDE, Maria Efigênia Lage de (org); VILLALTA, Luiz Carlos (org). As minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica; Companhia do Tempo, v. 1, 2007b.

RIBEIRO, Eduardo Magalhães. Estradas da vida: terra e trabalho nas fronteiras agrícolas do Jequitinhonha e Mucuri, Minas Gerais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013

SANTOS, Márcio Achtschin. Os “desclassificados” do Mucuri: tensões e conflitos em Santa Clara e Colônia do Urucu no século XIX. In: SANTOS, Márcio Achtschin (org) et. al. As Gerais distantes das Minas: fragmentos da história do Vale do Mucuri. Teófilo Otoni: Gráfica Frota, 2009.

SCHWARTZ, Stuart. A “babilônia” colonial: a economia açucareira. In: BETHENCOURT, Francisco (dir.); CHAUDHURI, Kirti (dir.). História da expansão portuguesa. Lisboa: Temas e Debates, 1998.
Publicado
2018-07-05
Seção
Artigos